Visualizações de página do mês passado

domingo, 6 de maio de 2012

EM TRÊS ANOS SAI DE CASA SOMENTE TRÊS VEZES


                
                               Em três anos sai de casa somente três vezes, e hoje foi uma dessas vezes. Minha mãe colocou no carro: eu, meu irmão mais velho e o outro do meio que é uma bola de tão gordo, eu sou o caçulinha, sou o mais bonito, mamãe sempre diz que sou o mais bonito, só que quando chega gente em casa sempre falam que se encantaram com a beleza do “bola gorda”, mas sei que fazem só para não chateá-lo, porque o bonito mesmo sou eu.  Somente meu irmão mais velho sai todos os dias com a minha mãe, agora eu , foi a terceira vez que sai.  
                               Fiquei muito assustado quando fomos passando pelas ruas. Muitos carros, barulho. Moramos num lugar meio deserto e não costumo ver muitas pessoas. O “gordo bola” do meu irmão ficou chorando o tempo todo. Tem que ver que chato. Eu não! Fiquei inquieto, com medo, mas chorar não. Não sou tão bobo assim. Eu ficava querendo ver as coisas, assustado sim, chorando não.
                               Eu não sabia aonde nós íamos, parece que não chegava nunca, só fiquei meio preocupado porque como não temos o costume de sair, fiquei imaginando o que poderia estar acontecendo. Não relaxei!
                               Quando o carro parou, percebi que tínhamos chegado ao destino. Veio uma mulher e disse que ia nos vacinar. Senti uma picadinha, mas nem doeu. Meus irmãos também não sentiram nada. Eu já entendi que é necessário ser vacinado. Só não gosto muito de sair de casa.
                                Ufa! Quando o carro chegou à frente de casa me deu um alívio, desci e entrei correndo. Que sensação gostosa de estar de volta, o “gordo bola” do meu irmão desceu mais devagar, porque ele é gordo e não consegue ser muito ágil. Mas fiquei com dó dele de tanto que ele miou, ele é muito medroso. O meu irmão mais velho chegou e já começou a latir. Sabe o que é? Ele late, ainda não aprendeu a miar.

              

Nenhum comentário:

Postar um comentário